Checozzi e Advogados Associados | O dever de informação e o ônus da prova segundo recente decisão do Tribunal de Justiça do Paraná
Profissionais focados em prestar serviços diferenciados e qualificados, visando sempre o alcance de soluções que assegurem vantagens competitivas e resultados lucrativos para nossos Clientes.
melhores escritorios de advocacia em curitiba, escritório de advocacia em curitiba, advogados curitiba centro, escritório de advocacia em curitiba
479
single,single-post,postid-479,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

O dever de informação e o ônus da prova segundo recente decisão do Tribunal de Justiça do Paraná

O dever de informação e o ônus da prova segundo recente decisão do Tribunal de Justiça do Paraná

O  Tribunal de Justiça do Paraná confirmou, em acórdão publicado no mês de fevereiro de 2017, a tese de que a seguradora deve provar a data em que comunicou ao segurado a decisão de negar o pagamento de capital segurado previsto em contrato de seguro para beneficiar-se do instituto da prescrição. E na mesma decisão confirmou o posicionamento  de que o segurado deve ser informado sobre as condições gerais que regulamentam o contrato de seguro para a validade das cláusulas restritivas que limitam seu direito.

Fonte: TJPR – Recurso de Apelação n.° 1.549.229-4

Decisão na íntegra disponível em  https://portal.tjpr.jus.br/jurisprudencia/j/12288604/Ac%C3%B3rd%C3%A3o-1549229-4

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.